Prótese dentária

 

Prótese dentária

Área da odontologia destinada à reconstrução e reposição de elementos dentários danificados ou perdidos, devolvendo ao paciente as características e funções mastigatórias, estéticas e fonéticas, além de recompor e proteger funções articulares.

Prótese fixa / total imediata e convencional:

É um tipo de prótese onde os dentes adjacentes ao dente perdido são preparados com desgastes para receber uma peça unida. Em alguns casos é necessário realizar tratamento de canal e colocação de um pino (núcleo) para sua sustentação.

Prótese Total Imediata:  a prótese total imediata é instalada imediatamente após a extração dos dentes remanescentes. (Seu dentista tira as medidas e faz as moldagens de seus ossos maxilares durante uma consulta). Embora as próteses imediatas ofereçam a vantagem de você não ficar sem os seus dentes, elas precisam ser reajustadas nos meses subseqüentes após a sua instalação. A razão para isto é que o osso no qual os dentes estavam inseridos sofre uma mudança após a cicatrização, fazendo com que a prótese fique sem estabilidade.

Prótese Total Convencional (dentadura):  a prótese total convencional é colocada em sua boca depois que os dentes remanescentes foram extraídos e os tecidos cicatrizarem. A cicatrização pode demorar vários meses durante os quais você poderá ficar sem dentes.

Prótese parcial removível:

A prótese parcial removível consiste em uma estrutura metálica que se apóia nos dentes naturais. Algumas vezes, são colocadas coroas sobre alguns dos dentes naturais e que servem como apoios para a prótese. Próteses parciais removíveis oferecem uma alternativa móvel para as pontes.

Prótese sobre implante:

A primeira etapa é a cirúrgia, onde é colocado o implante no osso. A segunda é a etapa protética, momento em que é confeccionada uma prótese sobre o implante dentário. "A grande vantagem do implante é poder substituir um dente perdido sem precisar fazer desgastes nos dentes vizinhos.

Coroa de porcelana:

A coroa é utilizada para cobrir inteiramente ou somente uma parte da coroa de um dente danificado. Além de conferir maior resistência a um dente danificado, a coroa pode ser utilizada para melhorar sua aparência, o formato ou alinhamento dos dentes no arco. Uma coroa também pode ser colocada sobre um implante dando-lhe o formato e estrutura parecidos com o dente natural, a fim de que este possa desempenhar suas funções. As coroas de porcelana ou cerâmica podem combinar com a cor natural de seus dentes. Outros materiais usados são o ouro e as ligas de metal, o acrílico e a cerâmica. Estas ligas metálicas são geralmente mais resistentes que a porcelana e podem ser recomendadas para os dentes posteriores. A porcelana é ligada a uma estrutura metálica e é utilizada, em geral, por ser resistente e atraente.