Odontogeriatria

Com atendimento especializado, mas principalmente com muita atenção e carinho é possível resgatar a saúde bucal do paciente da 3a idade, levando em consideração a saúde física (e até a psicológica) que provoca mudanças bucais como mucosas mais frágeis e sensíveis, gengivas retraídas, coloração escurecida dos dentes e maior incidência de problemas periodontais e cáries de raiz, estes últimos muito influenciados quando existe xerostomia (diminuição da quantidade de saliva), geralmente causada por efeitos danosos de quase 70% dos remédios normalmente ingeridos pelos idosos.. Além desses fatores, todas as doenças que o idoso possua (e os medicamentos que usa para elas) devem ser detalhadamente relatadas ao dentista para que possa elaborar um plano de trabalho clínico específico a cada paciente, evitando percalço durante o atendimento.

Contamos com diversos meios de tratamento para a manutenção funcional e estética do meio bucal, passando por próteses parciais fixas (“coroas”), removíveis (“pontes móveis”), overdentures (dentadura apoiada sobre implantes ou dentes isolados) e até a unidade mais simples que é a restauração de um dente com amalgama ou resina composta que pode proporcionar tanto conforto e eficiência mastigatória quanto uma grande reabilitação bucal. Isto sem contar os implantes para os idosos que podem passar por sua fase cirúrgica, levando em conta todas as doenças que possua.

Então, não espere mais para usufruir os benefícios de uma boa saúde bucal.